Pac Mãe | A maternidade nerd

tipos_de_nerd

Eu acho que uma ótima explicação sobre o que é ser nerd é: dedicação apaixonada. Uma quase devoção aos temas de interesse, sejam eles quais forem. Tem nerd de esporte, nerd de gastronomia, nerd de moda, nerd de música, nerd de história, tem as nerdices mais clássicas, como tecnologia, ciências,  videogame, quadrinhos, ficção científica ou RPG. E tem nerd de maternidade/paternidade também. Ô se tem!

Os nerds de maternidade/paternidade são aquelas pessoas que ao decidirem ter filhos mergulham de tal forma nesse mundo de informações e de descobertas, que aquilo passa a fazer parte inseparável (e apaixonada!) de suas vidas. Para algumas pessoas, ter filhos é mais uma fase, um caminho natural. Eles não são melhores ou piores pais por isso, simplesmente lidam com essa experiência de forma diferente.

ana-paula-caldas-e-isis

Pra tentar explicar melhor a diferença entre um assunto em que você é nerd e um em que você não é vou fazer uma comparação bem básica: 

se alguém me perguntar pra que time eu torço, eu respondo que sou corinthiana. Conheço alguns jogadores, fico feliz quando meu time ganha, já fui algumas vezes ao estádio, tenho uma camisa, e pronto. Acabou aí. Não é que eu não me importe, eu simplesmente não me aprofundei demais no tema. E olha que para outros assuntos eu sou BEM nerd, héim?

Mas um verdadeiro nerd corinthiano saberia todas as escalações do time desde 1910, teria todas as versões do uniforme, iria aos jogos pelo menos uma vez por semana, faria parte de torcidas organizadas, participaria ativamente de fóruns sobre o assunto, provavelmente teria um blog sobre o time ou uma pasta de recortes sobre o tema.  Talvez um dos seus filhos se chame Rivelino e ele ainda conte emocionado sobre aquela final do Paulistão de 88 quando o Viola fez um gol no segundo tempo da prorrogação…  😉 Deu pra sacar a vibe?

45324

As nerds (e os nerds) de maternidade são aqueles caras que mergulharam verdadeiramente e apaixonadamente sobre o tema. Não basta que mãe e bebê sobrevivam ao parto com saúde. A experiência do parto será estudada com carinho, todas as alternativas e possibilidades serão avaliadas e conhecidas a fundo. Muitas vezes essas mães e pais são muito mais bem informadas do que alguns médicos. Conhecem procedimentos, citam referências científicas mesmo sem ser da área, compram (e escrevem) livros sobre o tema, assistem filmes, (e se os filmes não existem , eles FAZEM o filme – um beijo pros nerds que fizeram acontecer o Renascimento do Parto ;p), formam verdadeiras redes de informação com seus blogs, sites, fóruns e listas de discussão, mobilizam pessoas e mudam a vida de muita gente.

marcha-do-parto-em-casa-reune-cerca-de-400-pessoas-na-manha-deste-domingo-17-no-parque-da-cidade-em-brasilia-df-1339953599666_956x500

Todo mundo dá chupeta e mamadeira, né? Os nerds da amamentação, não. Eles leram e se informaram sobre o assunto, conhecem mais do que ninguém o quanto uma chupeta pode prejudicar a amamentação e até mesmo o desenvolvimento da boca, dos dentes e da fonação da criança. Eles conhecem, divulgam e defendem os benefícios do aleitamento materno exclusivo e prolongado e tem na ponta da língua as respostas para os questionamentos mais comuns. Os nerds da amamentação criam grupos de apoio para mulheres que desejam amamentar, (um beijo, Matrice!) fazem campanhas sobre o tema e, mais uma vez são tão ou mais bem informadas do que muitos especialistas no assunto.

veja

Nerds da maternidade participam de listas de discussão sobre… maternidade. (Aliás, foi em grupos como esses que eu conheci a Bia e a Kris, que fazem o Pac Mãe). Nerds da maternidade escrevem em blogs e sites sobre maternidade. (foi como eu conheci a Nanda, também agora uma Pac Mãe.) Aliás, nós duas já escrevemos por muito tempo em um dos maiores blogs brasileiros sobre maternidade ativa – beijos, Mamíferas! Quer mais um exemplo incrível que mistura nerdice e maternidade? Cientista que Virou Mãe!

Nerds da maternidade também questionam a medicina extremamente alopática, o consumismo, a alimentação exageradamente artificial, questionam as vacinas, os modelos pré estabelecidos de educação, a violência doméstica infantil (os famosos tapinhas!), defendem a criação por apego, se interessam pelo protagonismo feminino e no meio de tantos questionamentos geram discussão, mudanças e acabam virando ativistas da humanização do parto, da amamentação, divulgadores de novos modelos, de novas perspectivas da maternidade.

images marcha-do-parto-em-casa-reune-cerca-de-400-pessoas-na-manha-deste-domingo-17-no-parque-da-cidade-em-brasilia-df-1339953601708_956x500

Isso tudo, eu acredito, é movido pela paixão pelo tema. Paixão que só um verdadeiro nerd consegue ter. Esse texto é uma homenagem e um reconhecimento a todos os nerds envolvidos com a humanização, que fazendo sua parte estão ajudando a transformar o mundo em que vivemos e também, a forma como nascemos.

E você que nem achava que era nerd, héim? Bobinho!: p

Kathy

Kathy

Jornalista, sonserina, lannister, malkaviana, dobradora do reino da Terra, distrito 3. Transmito o legado nerd ao meu rebento, Samuel, que, pobrezinho, já reclama que ninguém da escola sabe quem é Sauron e nem fazem ideia do que significa conjurar um patrono.
Kathy

Talvez você goste de:

  • Adorei o post!
    Me identifiquei com todos os pontos citados =D
    Levo muita “paulada” por aí, mas adoro ser ativista de parto, maternidade e criação com apego =)
    Saber que vcs também levantam essa bandeira faz com que eu goste mais ainda desse blog!
    Parabéns ^_^

    Dan

    • kathy

      A gente é nerd da maternidade de carteirinha, flor! Ativistasanguenozóio 😉

  • Raquel Marques

    Não conhecia o blog e amei!
    Raquel Marques

    • kathy

      Oi Raquel querida, seja bem vinda!!

  • Pô gente… Que lindo isso! Sou nerd, sempre fui e sempre serei! Com orgulho! Ao infinito e além! Beijocas e obrigada <3

    • kathy

      queridona! chamei de nerd assim, na caruda!! (mesmo pq é um imenso elogio!) beijos e obrigada!

  • Anônimo

    Amei, amei, amei! Também sou Nerd da maternidade. Que texto lindo e bem escrito! Parabéns!

    • kathy

      Obrigada, obrigada! Abração!

  • Eu sou nerd mãe com orgulho!!!
    Nunca fui de ser muito ativista, até virar mãe. parto humanizado e amamentação viraram minhas causas.
    Virei blogueira, e de cientista senti vontade d voltar a dar aula, para poder trabalhar com as próximas gerações!!

    E viva as famílias nerds!!!

    • kathy

      oba!! mais uma pro time! viva mesmo! obrigada 😉

  • Geek/nerd sim, e com orgulho! Antes da paternidade nerd de RPG, Vídeo Game e Livros principalmente. E depois da descoberta PaiGeek de coração com blog também, sou fã do PacMãe! Virei blogueiro e pai ativista pela paternidade ativa. <3

    • kathy

      O importante é ir acrescentando as novas nerdices sem esquecer as antigas tbm,, né? Obrigada, abração!

  • Somos nerds sim e com muito orgulho!Adorei o post assim como adoro todos!fãzona assumida da PacMãe!
    Beijos!

    • kathy

      Obrigada, Priscila! Fico super feliz! <3

  • Adorei o texto, tenho várias amigas que são nerds clássicas e fico meio por fora quando a coisa gira em torno de star wars, tolkine e HP, mas agora me senti super acolhida no mundo nerd. Elas dizem q sou chata quando o assunto é maternidade, mas quando me disserem que não sou nerd mando esse texto se eu não sou nerd sou chata elas também são rs. Não conhecia o blog, mas já virei fã.

    • kathy

      Oba! Sinta-se acolhida mesmo! Acho que no fundo todo mundo tem a sua nerdice. beijos!

  • Tassiana Bach

    Adorei! Sempre fui nerd, e hoje tenho mais um assunto que posso considerar como paixão nerd! 🙂

    • kathy

      Oba!! Seja bem vinda, vc está no lugar certo! 😉

  • Sou nerd materna SIM. E sempre me senti deslocada por isso – pelo menos é assim que meu círculo de convivência sempre me fez sentir. O post de vocês meio que me deu “autorização” pra eu ser como sou – incrível né, mas eu precisava disso.
    Hoje o dia vai ter um novo gás! 🙂 Obrigada!!!!!

    • kathy

      Não é fácil ser diferente, Renata! Que bom que você se encontrou um pouquinho com a nossa ajuda. Um beijo.

  • Uauuu, como diria meu filho de 1a10m, rsrs. Sim, sim, sim, eu e meu companheiro somos nerds até o fundo de nossos corações. Amei (chorei!) com a homenagem-post.
    Para nós que abandonamos tantas coisas, passamos por cima de tantas críticas (até de mãe!) para nos dedicarmos de forma incondicional à maternidade/paternidade, o reconhecimento e respeito é tudo o que precisamos para levantar todos os dias e continuarmos nossa infinita nerd luta. Não, na verdade o que nos move são nossos filhos né?! hehehe
    Beijos nerds forever!

    • kathy

      aimmm, que lindo, Roseli!! Muito obrigada! Beijos de carinho, com muita muita nerdice!

  • Elis

    E eu que tenho o marido mais nerd ( nerdice adquirida na mais tenra idade, ) um dia me surpreendi que ele me disse que sou nerd.
    E não é que ele tinha razão?

    • kathy

      hahahaha na minha opinião todo mundo tem um ladinho nerd! beijos!!

  • Cinthia Claudino

    Me identifiquei com o post, gosto de quadrinhos, jogava RPG, AMO ler e jogar vídeo game, fiz biologia por amor a ciência, leio tudo o que encontro sobre gestação, parto, maternidade, criação com apego e educação/desenvolvimento infantil, fp’s, fui as manifestações, assisti o renascimento do parto e tenho livros sobre parto e maternidade (ufa) .
    Mas não sou Nerd mãe….porque não sou
    mãe e nem estou grávida..pretendo
    engravidar .só daqui algum tempo

    • kathy

      Cinthia, acho que você está num ótimo caminho pra se transformar em uma mãe nerd!! Um beijo e continue com a gente!

  • Elisa

    Nossa, como eu me identifiquei!
    Na verdade eu estava em busca da explicação científica para a necessidade do sono fracionado dos bebês, e no caminho passei por aqui.

    Hahahahahahahahaha

    Estamos juntas.

    • kathy

      Seja bem vinda, Elisa!! Obrigada!

  • Lu de Carvalho

    que alegria no coração quando encontramos os afins!!!!
    o sentimento de ser um ET no mundo nem sempre é fácil. Encontrar outros “ETs nerds” me faz muito feliz.

  • Anete Oliveira

    Nossa me encontrei nesse texto viu Kathy! Parabéns por tão lindas palavras, sou mãe de uma linda menina de 9 meses e lendo seu texto notei: “sou mesmo uma nerd da maternidade, uma nerd da amamentação, amoooo”. Abraços querida, luz e paz!!!

  • Joana Ciampolini

    Adorei, me identifiquei muito! Antes de engravidar nem pensava muito sobre a maternidade ate que me vi cheia de livros, freqüentando grupos, amigos que as vezes ate reclamam de tanto que falo sobre o tema hehe, primeiro sobre o parto, depois amamentação, nada de chupeta, mamadeira, brigas com a mae por conta disso, criação com apego (processo de estudar e fazer o marido entender), alimentação saudável.. não escrevo sobre o assunto ainda (tirando posts na minha timeline hehe).. quem sabe um dia, mas me identifiquei muito.. achei vcs em um post de uma nova amiga nerd da maternidade, porque agora tenho algumas rs

  • Pingback: Doula nerd, essa sou eu | Pac Mãe()