Filme | As Crônicas de Spiderwick

12

Semana passada o meu Marcolino ficou doente, o que quer dizer que todos os passeios externos foram por água abaixo.

O Rafa, meu namorado, está com um PS3 emprestado, mas sou uma mãe responsável e onde já se viu deixar o menino o fim de semana inteiro no video game, né? Hehe…
Mas ainda assim o PS3 foi útil, pois graças a ele rolou sessão de cinema (santo Netflix).

Assistimos As Crônicas de Spiderwick. Ok, confesso que dormi e não vi o final do filme, mas depois de duas noites em claro cuidando de criança doente até que é perdoável, vai… e ok número 2: confesso que nunca acerto escrever Spiderwick de primeira!

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=uWyHnFJ_rxU]

Ah! A Kathy já assistiu a esse filme com o Sam e me indicou os livros!

Participação especial da Kathy no post da Kris:

“Oi gente! Sim!! As Crônicas de Spiderwick (The Spiderwick Chronicles, 2008), é uma adaptação da série de livros escrita por Tony DeTerlizzi e Holly Black. Não deixem de ler, imperdível para pais e filhos (e como quase sempre acontece, é ainda melhor do que o filme, que já é bem legal! )

boxspiderwickbtxl9
Na história, a família Grace acaba de passar por uma situação que nós aqui do Pac Mãe conhecemos muito bem: uma separação. Após o divórcio, mãe e três filhos estão se mudando para uma casa que pertenceu ao pesquisador de criaturas mágicas Arthur Spiderwick (rá! Vem daqui esse nome difícil!).

É isso mesmo, criaturas mágicas! Fadas, trolls, goblins, ninfas, elfos, ogros, entre outros seres fantásticos, lá estão todos eles, misturando-se ao universo das crianças de uma forma tão delicada que a gente até começa a cogitar se eles não estão mesmo por ali, no jardim mais próximo.

Highmore hoje e na Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)

Highmore hoje e na Fantástica Fábrica de Chocolate (2005)

O filme tem efeitos especiais ótimos, com destaque para a atuação do inglês Freddie Highmore, que vive os gêmeos Jared e Simon (sim, o moleque é foda e faz os dois papéis). E sim, você conhece o Highmore do lindíssimo Em Busca da Terra do Nunca (2004). Ele também fez Charlie, o menininho fofo de A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005). Atualmente ele faz a versão jovem de Norman Bates em Bates Motel, seriado da Universal Channel que conta a juventude do célebre personagem de Psicose (1960).

O jogo baseado no filme é indicadíssimo também. Extremamente bem feito, é uma delícia para jogar junto com os maiorzinhos! É o tipo de jogo que eu adoro, em que você precisa procurar itens para completar encantamentos e procurar criaturas que devem ser capturadas e classificadas. Também tem ação e missões para vários personagens diferentes. Tem versões para PC, DS, Wii, Xbox 360, e PS2, que foi a que jogamos. Pronto, fim da minha participação especial!!”

Conforme consta, Marco assistiu ao filme quietinho e adorou a história, especialmente o ogro, descrito como “um tipo de Ben 10” (hehe) que adquire a forma que quiser.

Pois é, e eu que achei que o pequeno não se interessaria tanto por filmes (ele está mais acostumado com desenhos), mas não, cara na poeira pra mim e ponto pros meninos!

No mesmo final de semana da virose também rolou Jumanji, mas isso eu conto em um outro post!

Kris

Publicitária, trabalho em ong, 33 com cara de menos. Mãe do Marco de 8 anos. Amo música, livros, show de rock e desenho animado. Desculpas aos novos games, mas ainda prefiro um Super Nintendo.

Talvez você goste de: