Blog | Bullying: quando Danilo Gentili mais uma vez se coloca contra as mães

Estava fazendo um post hoje para desabafar e pedir ajuda para os problemas que tenho hoje com meus filhos, principalmente com o Pedro, que sofre bullying,  e até chegou a apanhar na escola. Semana retrasada um dos meninos valentões sangrou o nariz do meu filho e ele não reagiu.

Sempre ensino respeito, paz e não violência dentro de casa, mas  como vivemos em sociedade eles precisam aprender a lidar com todos os tipos de cultura e de educação (ou a falta dela). Diariamente luto contra as agressões, pois também fui vitima de “brincadeiras” de adolescentes.

Lembro muito bem o quanto sofria, chegou um tempo em que até pensei em suicídio e apesar de hoje eu ter superado e até  ter pena das pessoas que fizeram isso comigo, quando lembro o que passei, tenho sentimentos horríveis.

Enquanto nós tentamos fazer do mundo um lugar melhor para nossos filhos, ensinando o respeito, a tolerância, pessoas como Danilo Gentili escrevem livros ensinando crianças e jovens a praticar bullying.

12988113_1082421958498955_591519403_n

Ser o melhor alunos é para os fracos. É assim que ele inicia seu comentário na contra-capa do livro, e esse é apenas o começo.

Em seu livro “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, ele dedica um capitulo inteiro ensinando como humilhar o colega. Ele dá ideias de como elaborar apelidos e recomenda que o leitor não desista de atacar seus colegas até fazê-los se sentirem mal.

Me questiono por que uma pessoa como essa possui tanto espaço na mídia,  e como esse lixo foi aprovado para publicação. O bullying é divertido apenas para o agressor e mesmo assim não por muito tempo.

12999520_1082421861832298_505421830_o

Tabela Apelidórica – Como atacar seu colega pelas fragilidades.

Algumas frases retiradas da descrição do livro:

78 assinaturas no livro negro, 12 suspensões e 1 expulsão” ( ele fala de forma como se isso lindo, e  chega a chamar de troféu)

“Ser o pior aluno e, ainda assim, se dar muito bem”  ( como explicar isso para meus filhos? Como dizer para o Pedro que os meninos que o agridem na escola podem se dar muito bem no final?

 “Terá em sua sala de troféus as mais variadas advertências e suspensões, tornando-se uma lenda para as próximas gerações escolares(ser uma lenda é bom, ser uma lenda faz bem para a auto-estima, e esse “manual” ensina como ser uma lenda fazendo tudo errado, humilhando, mentindo, trapaceando)

13022448_1082421938498957_1451325882_n

Como colocar apelidos nos colegas – um capitulo inteiro dedicado ao bullying.

Enquanto porcarias como essas ganham visibilidade e até possível produção de filme, obras como “A Menina Distraída”,  da minha querida Vanessa Bencz , que combatem o bullying, precisam de muito esforço para serem publicadas. “A Menina Distraída” é uma história em quadrinhos que tem a intenção de levantar a discussão sobre bullying e incentivar a paz dentro das escolas,  só foi possível ser publicado por financiamento coletivo, onde as pessoas da comunidade que acreditavam no projeto apoiaram, caso contrario ele jamais existiria.

12-12-2014-09-52-39-vanessa-bencz-luciano-moraes-11-12-2014-1-

A Menina Distraída, da jornalista Vanessa Bencz, conta a história de Leila, uma garota de 14 anos de imaginação fértil que sofre bullying na escola por ter dificuldade de aprendizagem.

Assim como as piadas do autor, o livro “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” não tem graça alguma e é de péssimo gosto. Em suas piadas “inocentes” ele ensina que ser ruim é bom, e ser bom é ruim, ensina que caráter não tem valor e que ser desonesto é o melhor caminho.

Esses dias conversando com a  minha amiga Joyce Forni, também colaboradora do Pac Mãe, chegamos à conclusão de que ter filhos hoje é uma missão muito difícil, pois diariamente damos bons exemplos, ensinamos a coisa certa e quando eles saem na rua voltam decepcionados para casa, pois percebem quem lá fora as coisas são muito diferentes, muito cruéis.

Sem Título

Nesse trecho do livro ele é bem didático ao ensinar que se deve buscar a fraqueza da pessoa, e se a pessoa se divertir, e não se incomodar o trabalho não foi bem feito.

Caro Danilo, uma pessoa com sua visibilidade deveria fazer coisas úteis, e não esse desserviço que você presta. Você está em uma posição de formador de opinião para várias crianças e adolescentes que te acompanham, e por mais que tenhamos todo cuidado do mundo para que conteúdos nocivos como o seu fiquem longe de nossos filhos, não conseguimos bloquear seu acesso todo o tempo.

Tolerância, amor, compaixão, caridade, união, respeito, honestidade, essas e outras palavras semelhantes  passam longe de sua “obra”, que é referencia de péssimo gosto e do mal exemplo.

Ly Pucca

Eu sou música, eu sou Rock, eu sou Beatles, eu sou paixão;
Eu sou mulher, eu sou mãe;
Eu sou dormir pouco, e comer muito;
Eu sou amigos, eu sou espírito, eu sou old, eu sou new;
Eu sou Vader, Maul e Luke, eu sou Yoda;
Eu sou foto, eu sou arte,eu sou Pucca!

Talvez você goste de: