#EuPossoProgramar | Microsoft disponibiliza curso gratuito de linguagem de programação para todo o Brasil

Já pensou em aprender a programar? Você ou seus filhos tem interesse de aprender mais sobre essa linguagem? Eu confesso ser quase que totalmente leiga, mas tenho bastante interesse em aprender. Samuel, meu filho, já teve algumas aulas de programação tanto em projetos da escola como em cursos livres e simplesmente AMA.

Por conta disso fiquei bem feliz ao receber essa notícia de que a Microsoft Brasil lançou ontem uma nova edição da campanha #EuPossoProgramar, com objetivo de gerar oportunidades de inclusão digital, empregabilidade e empreendedorismo para os jovens brasileiros. Essa é quarta edição da campanha, que até o momento envolveu cerca de 1 milhão de jovens no Brasil e mais de 4 milhões na América Latina nos últimos quatro anos.

Sei que não sou diretamente o público alvo do projeto mas quero muito testar e quero também que Samuel possa fazer as aulas. Não há a recomendação de idade mínima, vai mais do interesse e da facilidade de cada criança. Apesar do direcionamento para jovens, qualquer pessoa interessada pode fazer os cursos, inclusive adultos. O conteúdo do #EuPossoProgramar, Minha Página Web, ensina o básico de programação e linguagem HTML para que os participantes criem seu próprio website e publiquem utilizando a nuvem da Microsoft.

Os cursos estão disponíveis no site www.eupossoprogramar.com e serão ministrados por cerca de 15 ONGs parceiras da Microsoft, como por exemplo o Recode, instituição voltada ao empoderamento digital e formação de jovens conscientes por meio do uso da tecnologia; a Trust for Americas, que trabalha com comunidades vulneráveis na América Latina e no Caribe; e a ATN – Associação Telecentro de Informação e Negócio, que promove a inclusão digital por meio de telecentros informatizados. Além das organizações não governamentais, algumas escolas públicas também estão envolvidas na campanha.

Minha página Web

O conteúdo é composto por sete módulos, dividido por elementos básicos do desenvolvimento do HTML, linguagem utilizada para criação de websites. No curso “Minha Página Web”, os participantes vão aprender como montar uma estrutura básica de uma página web; ganharão familiaridade com softwares editores de código, como o Visual Studio Code; experimentarão a introdução ao CSS, que serve para dar estilo à página e utilizarão JavaScript para transformar uma página estática em interativa. Com esse conhecimento, os jovens estarão aptos a criarem sites interativos que captam a atenção dos usuários.

Além das instruções para montar o website, há outros materiais didáticos online. O primeiro conteúdo, chamado Hora do Código, utiliza a linguagem de blocos para ensinar a programar por meio de dois cursos – Angry Birds e Ana e Elsa, de Frozen; o segundo, Aprendendo a Programar, consiste em vídeo-aulas didáticas que desmistificam a linguagem da programação. Na página Hora do Código você também encontra conteúdos com temática Moana, Minecraft e Star Wars, entre outros personagens. Todos os cursos oferecem certificado on-line. Com esta iniciativa a empresa mantém o compromisso de colaborar para estabelecer as Ciências da Computação como parte da educação formal e não-formal.

Benefícios da Programação

Aprender a programar tem muitos benefícios para crianças, jovens e adultos, entre os quais podemos listar:

  1. Desenvolvimento de habilidades para a solução de problemas lógicos, estimula a criatividade e o pensamento crítico.
  2. Mais oportunidades de emprego. Atualmente não há talentos suficientes para atender a demanda do mercado de trabalho no setor de tecnologia;
  3. Maior capacidade de adaptação ao estilo de vida atual. O mundo depende cada vez mais da tecnologia. Com o objetivo de alcançar seu potencial pleno, os jovens precisam ter uma compreensão de como funciona a tecnologia e como fazê-la funcionar;
  4. Acelerador de empreendedorismo. Grandes negócios têm surgido graças ao conhecimento da linguagem de programação. Empreendedores têm capitalizado seu conhecimento a favor da criação e do crescimento de suas empresas em áreas como aplicativos e jogos.
Kathy

Kathy

Jornalista, sonserina, lannister, malkaviana, dobradora do reino da Terra, distrito 3. Transmito o legado nerd ao meu rebento, Samuel, que, pobrezinho, já reclama que ninguém da escola sabe quem é Sauron e nem fazem ideia do que significa conjurar um patrono.
Kathy

Talvez você goste de: