No cinema | Os Pinguins de Madagascar: chega, por favor!

pinguins_de_madagascar

Quando assisti a Madagascar pela primeira vez, achei um filme ok. Não era uma das melhores animações que eu já tinha visto, nenhum dos personagens me cativou profundamente, mas era divertido e um bom filme de verão. Aí veio Madagascar 2. E 3. E a série dos Pinguins. E do Rei Julien. E eu comecei a me perguntar até onde a Dreamworks estava disposta a minar essa fonte de dinheiro.

Uma foto publicada por Pac Mae (@pacmae) em

Até o fim, pelo que parece. Talvez eu não seja a melhor pessoa para falar já que detesto (de-tes-to) a série, mas Os Pinguins de Madagascar saiu da escola Transformers de fazer algo para vender brinquedos. Achei o filme longo, chato, com personagens demais e uma história bem fraca, e saí do cinema torcendo para que este tenha sido o último produto dessa franquia moribunda.

O filme mostra o começo do Esquadrão de Elite, ainda bebês de plumagem cinza lá na Antártida. Revoltados com a mesmice da vida dos pinguins e com a recusa dos mais velhos em salvar um ovo em perigo, Capitão, Kowalsky e Rico resgatam o que viria a ser o Recruta de ser comido por leões marinhos, para em seguida se encontrarem à deriva em um bloco de gelo.

baby_penguins

Ao invadirem o Forte Knox para conseguir acesso à última máquina do salgadinho favorito do Recruta em seu aniversário, eles são capturados pelo Dr. Octavius Brine, que ninguém mais é que o polvo Dave, que se utiliza do poder de camuflagem dos polvos para se disfarçar de humano. Dave quer se vingar dos pinguins por roubarem a atenção em todos os zoológicos e parques aquáticos dos quais ele já fora a atração e vai fazer isso usando uma fórmula que ele desenvolveu chamada Soro da Medusa para torná-los… feios!

dave

Primeiro mimimi: não basta 2/3 do filme revolverem no fato de que o Recruta é fofinho demais e por isso é ignorado como um membro valoroso e importante da equipe, realmente precisamos de algo que diga para as nossas crianças que aparência é tudo? Em nenhum momento alguém diz a Dave que ele não precisa fazer isso, que ele tem outros atributos e que esses pinguins mequetrefes nem são tão bonitinhos assim?

Encurralados pela equipe de Dave, os pinguins recebem a ajuda inesperada do Vento do Norte, outro esquadrão de elite comandado por Secreto, um lobo, e composto por Corpóreo, um urso polar conhecido pela força, Pavio Curto, uma foca expert em demolição e Eva, uma coruja especialista em computadores. E aí começou meu problema.

eva_gallery_01_v2

Eva é a única personagem mulher do filme. A única. E sabe quantas falas ela tem? 3. As cenas em que ela aparece em destaque são em câmera lenta, piscando languidamente os olhos enquanto se torna o interesse romântico de Kowalsky. P*%$# Dreamworks? De novo? Não adianta colocar uma personagem supostamente inteligente (especialista em computadores) se ela não faz absolutamente nada durante o filme.

Aliás, o Vento do Norte faz pouca coisa no filme. Eu ainda quero entender qual a verdadeira relevância deles. É pra fazer mais brinquedos? É pra fazer um spin-off (não, por favor não)?

Daí Dave consegue capturar os pinguins de todas as atrações do mundo – o que o filme retrata como se fossem todos os pinguins do mundo – e usa o Soro da Medusa num esquete à lá Minions do Meu Malvado Favorito 2 e transforma todos os pinguins em monstros (e aí você tem certeza que isso foi pra fazer mais brinquedos).

RicoMutante

E sei lá, vocês não podem nem me acusar de feminazi-ranzinza-nãoconseguesedivertir porque eu sei criticar e ainda gostar das coisas, mas eu não fui a única: fomos a uma sessão com os colegas de escola do meu filho e no mínimo 2 crianças terminaram a sessão cochilando no colo dos pais. Meu filho não foi uma delas: gostou do filme.

Aliás, a única coisa que eu tenho a parabenizar é a distribuição das cópias em 2D. Assistimos sem o óculos e não sentimos a menor falta dos efeitos, mesmo nas cenas de ação. E vocês, assistiram em 3D? Gostaram do filme? Acham que eu estou mal-humorada demais?

Nanda Café

Nanda Café

Feminista que faz ballet e adora cor-de-rosa. Gosta de RPG, fantasia medieval, anime água-com-açúcar e é #teammarvel apesar de Sandman ser da Vertigo. Começou a estudar Quenya, mas como não dava pra fazer isso enquanto comia, desistiu de ser elfa e admitiu para si sua natureza hobitesca.
Nanda Café

Talvez você goste de: