Óculos na infância, como lidar?

Tudo começou quando nós reparamos que o Marco aproximava os objetos do rosto para olhar. Fazia isso com livros, joguinhos e qq outra coisa, além disso, chegava perto demais da TV. Marquei um oftalmo pra ele uns dias antes de receber um bilhete da professora, dizendo que ao sentar nas mesas do fundo, ele tinha dificuldade em enxergar o que estava escrito na lousa.

O dia da consulta chegou, foi um drama pra conseguir fazer ele parar quieto, pra dilatar a vista “mãe essa gotinha me deixou vendo tudo em 3D” (risos). E no final a médica conseguiu ver que ele precisava de grau, porém, não receitou nada, pq ele não deixou examinar direito /o. Foi difícil mesmo, Marco nunca apanhou, mas nesse dia quase bati nele. Quase. Tive que contar até 10 até cair em mim e ver que realmente é muita coisa nova pra uma criança de 5 anos. A recomendação foi para levá-lo a um oftalmo infantil.

Na mesma semana o Rafa o levou a um hospital especializado nisso. Marco chiou um pouco mas dessa vez deixou examinar (o mimimi com a mãe é sempre maior rs). O diagnóstico foi 4 graus de astigmatismo em cada olho + plus de hipermetropia. A minha primeira reação foi me sentir “menas mãe”. Depois me culpei por não ter percebido antes ou por ter percebido e achado que não era nada, por ter passado genes do astigmatismo pra ele (tenho 3,5)… Então percebi como eu sou besta, pq ele me deu um show de maturidade e sambou na minha cara dizendo que o Clark Kent usa óculos, o Peter Parker usa tbm e mais um monte de super-heróis “maneiros”. Fora que agora seríamos a família do óculos e “eu vou poder enxergar as coisas na lousa mãe!!”. Um orgulho <3

Deixei que ele escolhesse a armação que quisesse, tentei sugerir uma tipo Harry Potter mas “eu não curto óculos circulado”. Ok então. A eleita foi uma de acetato quadradinha azul (hipster hehe).

eu e marco

Quem sabe assim nós ficamos parecidos… (risos)

E a minha principal questão agora é tentar fazê-lo entender pq a visão de raio x não funciona : p

Kris

Publicitária, trabalho em ong, 33 com cara de menos. Mãe do Marco de 8 anos. Amo música, livros, show de rock e desenho animado. Desculpas aos novos games, mas ainda prefiro um Super Nintendo.

Talvez você goste de: