Review | Operações Especiais

Dirigido por Tomás Portella e estrelado por Cléo Pires, que trabalharam juntos em Qualquer Gato Vira-Lata, Operações Especiais, que estreou essa semana, é um filme policial contado sob a ótica da novata Francis (Cléo).

operações especiais

Recepcionista Francis (Cléo Pires)

Francis é uma recepcionista de hotel formada em turismo, com uma rotina certinha, amiga de todos da vizinhança e muito vaidosa. Quando o hotel onde ela trabalha é invadido por bandidos e seu ex-namorado segurança se mostra um covarde, ela resolve entrar para polícia civil do Rio de Janeiro meio que para se exibir pra ele.

A princípio, tudo é fácil para ela, que é dedicada e estudiosa e ainda acaba sendo lotada numa área administrativa da polícia. Tudo muda quando um crime causado por bandidos do Rio numa cidade vizinha choca a população. Uma operação especial é montada e ela tem que ir pela primeira vez para um trabalho de campo.

operacoesespeciais_21

Protagonista confusa

O tempo todo é reforçado o lado vaidoso da protagonista, que gasta horas de tela se arrumando e indo ao salão de beleza, tudo para contrastar com a truculência dos demais colegas policiais, todos homens. É falado que ela foi convocada para a operação por ter se destacado na academia, porém o que se vê na prática é uma moça frágil, totalmente perdida, que mal consegue pegar numa arma quando preciso.

fabricio-boliveira-cleo-pires-thiago-martins-operacoes-especiais

Fabrício Boliveira, Cléo Pires e Thiago Martins como time de policiais honestos

Ao longo da história, para provar que dá conta do recado, ela vai dando seu jeitinho para investigar, fazendo amizade com a pessoas da cidade, por exemplo, que fica até interessante e vai mostrando que mesmo uma moça frágil pode contribuir para a polícia, mas no fim a coisa desgringola e ela, do nada, fica truculenta também e tudo se encaminha para um final super clichê da mulher badass.

OE1

Francis (Cléo Pires) e delegado Paulo (Marcos Caruso)

O ponto forte do filme acaba não sendo a protagonista, infelizmente, e sim a história e personagens que vão se revelando na cidade onde está acontecendo a operação. Muito semelhante à Tropa de Elite nesse ponto, o filme faz um questionamento sobre a índole das pessoas. Será que queremos mesmo policiais honestos??

Trailer Oficial
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=xksgFpJK5hM]

Operações Especiais (2015)

Classificação Indicativa:  14 anos.
Classificação Pac Mãe: À partir dos 12 é aceitável assistir acompanhado de orientação um adulto.
Avaliação Pac Mãe: Tentativa de filme empoderador feminino, mas cai na mesmice no final.

Daniela Bandeira

Daniela Bandeira

Mãe do Lucas (5), amante da cultura japonesa, literatura, cinema, animações, séries, games, música e tudo que envolve Disney. Formada em Língua e Literatura Japonesa, porém não atuante na área. Tem a fotografia, a culinária e a costura como hobbies e sonha dar a volta ao mundo.
Daniela Bandeira

Talvez você goste de: