Star Wars | O despertar do preconceito

star-wars-force-awakens-rey-finn-bb8-running

Fãs de Star Wars no mundo todo acordaram hoje enlouquecidos com o novo trailer, confesso que eu chorei todas as 25.000 vezes que dei um replay no video. Mas não estou aqui para falar sobre o quão maravilhoso está sendo para nós fãs essa febre toda, estou aqui para dividir com vocês a minha tristeza ao ler comentários absurdos sobre os protagonistas do novo filme.

Desde o primeiro trailer, preconceituosos e machistas de plantão destilaram seu veneno pelas redes sociais. Prefiro não repetir aqui o que foi lido, os comentários insanos sobre a cor da pele do ator John Boyega, mas usaram até teorias absurdas para justificar seu preconceito, usando um péssimo conhecimento da historia como desculpa.

1-1ICT4sU

Ver um negro fazendo coisas que “não são para negros”, desperta o ódio e faz surgir o grande imbecil: O preconceituoso.  Mas me diga você ai, o que são coisas “para negros”? Negros não podem estar em destaque? Negros só servem para papeis de subordinação? Ser o motorista, o ladrão, o assassino, mas nunca como o lindo mocinho que salva o mundo? Não existem coisas para negros, existem coisas para humanos.

ator-john-boyega-e-atriz-daisy-ridley-contracenam-juntos-em-star-wars-episodio-vii---o-despertar-da-forca-do-diretor-j-j-abrams-1430749567322_679x564

Para aqueles “fãs” que justificaram todo seu ódio, dizendo que os Stormtroopers não são negros, tenho duas péssimas noticias para vocês: A primeira é que você não entende nada de Star Wars, precisa aprender um pouco mais antes de sair falando tanta besteira, os Stormtroopers foram recrutados, o Império recrutava pessoas, pois clonar era muito caro, e isso já foi dito nos filmes. A segunda é que mesmo que fossem todos clones, o seu original, o Jango Fett tinha a pele parda e descendência maori. Isso dito, posso concluir que reclamar de John Boyega no elenco é puro preconceito, nada mais.

Infelizmente os comentários não ficam apenas em simples reclamações, são ofensas absurdas, até pessoais direcionadas ao ator. John Boyega, na época do primeiro trailer comentou sobre o assunto: “Foi desnecessário. Estou no filme, o que você vai fazer a respeito disso? Ou você gosta, ou não. E não estou dizendo que você precisa se acostumar com o futuro, porque isso já está acontecendo. Pessoas negras e mulheres estão ganhando cada vez mais espaço nas telas. Tentar esconder isso simplesmente não faz sentido. Todos esses filmes que fiz geraram comentários nas mentes estereotipadas. É algo sobre tentar tirar pessoas de um estado mental preconceituoso e fazê-las perceber: ‘Cara, estamos vendo pessoas normais”

Além dos comentários racistas, os machistas de plantão apareceram para reclamar da protagonista mulher, em forma de piadinhas, teorias e muito mais. É tanto absurdo junto que apenas reforça a ideia de que precisamos criar nossos filhos para mudarem isso, criar essa nova geração livre desse lixo. Um filme com um negro e uma mulher como personagens principais  já merece respeito, e sendo Star Wars acaba flagrando e combatendo a cultura nerd preconceituosa e machista.

John Boyega

Nas palavras do próprio John Boyega: “Se acostumem com isso.”  O mundo está mudando!

Ly Pucca

Eu sou música, eu sou Rock, eu sou Beatles, eu sou paixão;
Eu sou mulher, eu sou mãe;
Eu sou dormir pouco, e comer muito;
Eu sou amigos, eu sou espírito, eu sou old, eu sou new;
Eu sou Vader, Maul e Luke, eu sou Yoda;
Eu sou foto, eu sou arte,eu sou Pucca!

Talvez você goste de:

  • Pingback: Brinquedos da franquia Star Wars não são mais como antigamente()

  • Vitor Urubatan

    Puuuuuuuuuts cara eu amei esse filme.
    E amei ambos os personagens, principalmente a Ray que vai contra todo script de donzela.
    Ainda sim a minha xodó é a FURIOSA. Mas a Ray já tem um lugar reservado no meu top de personagens femininas.

    E o Finn, pow que alegria ver que o cara fez muito bem o papel dele. É um personagem carismático e empurra a trama de forma magistral.
    Eu não sou fã de Star Wars, mas fico muito contente em presenciar essa mudança.
    Não porque o cara é negro ou porque a protagonista é mulher. Mas por sentir que isso foi feito de forma natural, como a realidade deveria ser.

    Eu tive contato com o preconceito de pessoas que não conheciam a história dizendo que o stormtroopers eram todos clones. Pow cara eu que não sou fã sei que na velha trilogia o império não tinha grana para bancar as tropas de clones. (Apesar que tinham dinheiro para bancar as estrelas da morte hahaha)

    Mas enfim.

  • Pingback: Star Wars | John Boyega visita hospital à pedido de pequeno Stormtrooper - Pac Mãe()