HQ | Turma da Mônica e Will Eisner se encontram em homenagem

Reza a lenda na minha família que eu aprendi a ler aos 5 anos, sozinha, através de gibis da Turma da Mônica. Reza a lenda, porque eu me lembro claramente da minha irmã lendo pacientemente comigo as revistas, e ela não recebe crédito nenhum por isso, coitada.

Sendo Benjamin filho único, coube a mim a tarefa de passar adiante a sabedoria dos Estúdios Maurício de Sousa. Ainda adoro a Turma da Mônica apesar dos meus olhos de adulta (risos) terem me tornado muito mais crítica a algumas coisas, aproveito que sempre leio as historinhas com ele para conversar sobre algumas questões que eventualmente surgem.

Mas nem tudo é tensão e papo sério no sousaverso (q). A Turma da Mônica é, e sempre foi, uma coisa lúdica, divertida, e educativa. Algumas referências são bem específicas e exigem o referencial de um adulto para sua compreensão.  Por exemplo, na edição de aniversário do Mauricio de Sousa (vou ficar devendo o ano), há um personagem extremamente especial, uma das maiores expressões de arte sequencial.

Se você não entendeu só pelo uso da expressão arte sequencial, vê só quem é:

foto (1)

Will Eisner! A narrativa da história é bem diferente, Penadinho vestido de Spirit, bem fofinho. Eu fiquei tão feliz com a referência que aproveitei pra sacar o Pequenos Milagres da estante e mostrar pra Benjamin quem era o moço que aparecia na historinha. Não tenho nenhuma HQ do Spirit, mas o Pequenos Milagres deu conta do recado. Deu pra conversar um pouco sobre a importância daquele moço pros quadrinhos, e o porquê dele estar ali.

Eu não fazia ideia, até ler essa historinha e procurar saber mais sobre isso, da importância que o Eisner teve na vida do Maurício de Sousa. A ilustração do começo do post foi enviada como um presente de Eisner para Maurício em seu aniversário, sobre a qual ele fala nessa crônica aqui. E nessa outra, ele fala um pouco do impacto que a morte do Eisner teve para ele. Lindo, né?

Já espiei ali uma outra historinha com uma referência ao Spock. Mais material para descobertas com o pequeno!

Nanda Café

Nanda Café

Feminista que faz ballet e adora cor-de-rosa. Gosta de RPG, fantasia medieval, anime água-com-açúcar e é #teammarvel apesar de Sandman ser da Vertigo. Começou a estudar Quenya, mas como não dava pra fazer isso enquanto comia, desistiu de ser elfa e admitiu para si sua natureza hobitesca.
Nanda Café

Talvez você goste de: