TV | Volta ao mundo em 25 séries animadas para crianças pequenas

Outro dia estava brincando com a Alice e pensei: “Isso está parecendo uma conferência internacional de personagens de desenhos infantis”. Comecei, então, a lembrar como os desenhos, filmes e livros nos fazem conhecer lugares e culturas diferentes, lembrei como eu gostava de assistir a Meena e conhecer um pouco sobre a cultura indiana. Com o advento da internet tudo isso ficou mais fácil, e em meia hora é possível viajar e conhecer paisagens e peculiaridades de diversos lugares do mundo.adesivo-mapa-mundi-infantil-gg-mod-4-adesivo-de-parede-quarto

13819285_1190030441039710_269005756_n

Conferência internacional de Personagens na sala da minha casa. Da esquerda para a direita KiKANiNCHEN da Alemanha, Miffy da Holanda, Sansão do Brasil e Masha da Rússia.

Os desenhos a seguir foram escolhidos seguindo os seguintes critérios:

  • Desenho animado destinado a crianças de até 5 anos;
  • Curta duração;
  • Mostrar uma paisagem ou cultura típica de um lugar do mundo;
  • Desenho muito famoso no país de origem;

Infelizmente, com nossa cultura focada em produções Européias e Estadunidenses não consegui achar materiais de grandes países e continentes do mundo como China, Países do continente Africano e apesar da Austrália produzir muito material nada acessível é típico ou retrata o local. Aliás, a globalização, faz com grande parte das crianças nascidas na cultura ocidental assistam os mesmos filmes e séries em sua infância.

Vamos a lista:

1- Kikaninchen – Alemanha – Média de duração do episódio: 5 minutosserie34

Kikaninchen é uma coelha azul 3D (não tem como não lembrar do nosso Sansão, rs) do canal Alemão infantil Kika. Acredito que o nome da personagem seja a junção do nome do canal KiKa e Kaninchen que significa coelho em alemão. A série mistura filmes feito com atores e animações, a Kikaninchen, geralmente, interage com os humanos Christian, sua amiga Jule e algumas crianças. Os clipes musicais feitos passam de hora em hora nos intervalos dos desenhos, as músicas além de grudentas, muitas vezes, são temáticas e compatíveis com a época do ano (natal, dia das bruxas, primavera, etc) ou ensinam algum tipo de coisa para as crianças pequenas como escovar dentes e etc. Outra característica da Kika é o seu famoso carinho com a testa na tela da TV com os dizeres mais ou menos assim “dibe dibe dá”.

O que eu mais gostava no canal Kika era que ele não tinha propagandas, isso mesmo NENHUMA propaganda! Imaginem uma espécie de Discovery Kids sem propaganda, o canal é público e talvez por isso tenha esse tipo de preocupação, apesar de toda preocupação e de apresentar conteúdo original, nesse canal é possível assistir grandes produções internacionais como: Peppa Pig, Jack e os Piratas da Terra do Nunca, Heidi, Doki, Vila Sésamo, O pequeno reino de Ben e Holly entre outras. Vale ressaltar que nem todos os canais infantis na Alemanha são livres de publicidade, é irritante, por exemplo, assistir o Nickelodeon tanto no Brasil como na Alemanha, tamanha a quantidade de publicidade, as vezes ficava com impressão que assistia mais anúncios do que programação, por isso risquei da minha lista esses canais e agora vivo de Netflix e Youtube.

Existem vários clipes musicais da Kikaninchen no youtube. Vale a pena conhecer e , quem sabe, aprender algumas palavrinhas em alemão. Confira o vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=JBso1zi6xnw&list=PLIFhkWbVDf6w_fwnrvYkXmffEajgcLzmj

2- Masha e o Urso – Rússia – Média de duração do episódio: 7 minutosMasha e o Urso - Rússia

A primeira vez que ouvi falar da Masha foi o relato de uma amiga minha, ela me dizia que a filha dela era louca por esse desenho que passa no canal Boomerang, como não assisto quase TV recorri ao Youtube. Pelo nome já dava para perceber que talvez o desenho fosse russo, mas o mais legal é que mostra muitas paisagens, objetos e costumes russos. É assistir e se apaixonar, assistimos em casa pelo youtube e com o áudio original em russo porque fica mais charmosinho, a Alice não liga e até aprende uma palavrinhas.

O desenho conta a história da menina Masha e seu amigo Urso que é ex artista de circo, os dois moram numa região rural a beira da Transiberiana, a animação possui pouquíssimas falas, em muitos momentos parece um filme mudo, as personagens são muito expressivas. Ao contrário dos desenhos feitos para essa faixa etária essa animação não procura ser politicamente correta e ensinar coisas, os episódios são, em sua maioria, de aventura, geralmente o Urso está tentando consertar os estragos que a Masha faz, aliás a Masha é a menina mais levada de todos os desenhos animados do mundo, morro de dó do Urso! Num dos episódios todos os bichos da floresta aparecem para reclamar da Masha e o Urso os faz refletir sobre como eles eram quando pequenos, por meio de flashbacks todos os animais lembram como eram agitados e arteiros, ou seja, como é ser criança, esse episódio além de fofinho é educativo para muitos pais.

Masha e o Urso está disponível no Youtube, vale a pena conferir e com áudio original!

3- Miffy – Holanda – Média de duração do episódio: 5 minutos

60-years-of-miffy

A grosso modo, aos olhos de uma turista, a Miffy é a Mônica da Holanda. Essa linda coelhinha é originada numa séries de livros infantis escritos pelo artista holandês Dick Bruna. O nome Holandês Nijntje é um ecurtamento de Konijntje que significa coelhinho. O primeiro livro da Miffy foi publicado em 1955 e ela já ganhou duas séries animadas e milhares de produtos licenciados.

Ela é tão famosa na Holanda que o Aeroporto de Amsterdã possui um loja só com produtos dela, aliás em qualquer local turístico da Holanda é possível encontrar produtos dela, nos aviões da KLM (empresa aérea da Holanda) é possível assistir a série original da famosa coelhinha. Ela ganhou, inclusive, uma “Nijntje art parade” para comemorar seus 60 anos.

nijnt-art-parade-2015

Nunca soube se esse desenho foi transmitido no Brasil, há pouco material no Youtube, mas encontrei DVD para comprar nas lojas americanas, aqui em casa assistimos com áudio em português. Vale a pena conferir:

4- Gaspar e Lisa – França – Média de duração do episódio: 10 minutos

a1-87

O seriado é baseado no livros da escritora francesa Anne Gutman com ilustrações do alemão Georg Hallensleben, vale ressaltar que a ilustrações são belíssimas.  Os livros dessa série foram lançados pela Cosac Naify no Brasil (meus olhos enchem de lágrimas quando penso no fechamento dessa editora). A série apesar de ser feita por computador tenta conservar alguns efeitos das pinturas dos livros. Os episódios contam as aventuras de dois cachorrinhos que moram em Paris,  na entrada de cada episódio pode-se ver a Torre Eifel, Arco do Triunfo, a Catedral de Notre Dame e algumas paisagens típicas da capital francesa. Apesar de assistir dublado no Netflix é possível aprender algumas palavrinhas em francês, como “Bonjour” “Au revoir” e “catastrophe” essa última eles falam com bastante frequência pois vivem causando confusão.

Vale a pena conferir:

https://www.youtube.com/watch?v=uOCzLysZkO8

5- Madeline – França – Média de duração do episódio: 20 minutos

índice

Tenho que confessar que alguns desenhos dessa lista eu não assisti, esse é um deles. Minha amiga, que é professora de francês, usa alguns dos episódios dessa série em suas aulas e me indicou. Pelo que entendi os episódios contam as aventuras de Madeline e suas amigas órfãs que vivem num orfanato católico em Paris.  Durante as histórias, todos os personagens falam algumas palavras e expressões em francês, sendo as mais usadas “Oui”, “S’il vous plaît”, “Bonne nuit”, “Bonjour”, “Magnifique” “Trés Bien”, entre outras, ensinando naturalmente ao público infantil um pouco desse idioma. Aparentemente esse desenho passava no canal Futura. A animação é baseada nos livros  de Ludwig Bemelmans. Também é uma personagem antiga, possui mais de 60 anos.

6- Heidi – Alpes Suíços – Média de duração do episódio: 20 minutos

Ano passado eu fiz um post inteirinho sobre a Heidi. O seriado conta as aventuras de Heidi, uma menininha órfã, muito perspicaz, cheia de opinião e doce, com seu jeito esperto ela acaba mudando para melhor a vida de muita gente, contei simplificadamente para não dar spoiler. É muito amor. Sou fã! A Heidi é muito famosa na Áustria, Alemanha e Suíça. O seriado é a adaptação de um livro clássico muito amado de uma escritora muito famosa chamada Johanna Spyri.

Há dois seriados: Um antigo feito com uma mãozinha do Hayao Miyazaki e um novo feito animação computadorizada.A versão mais recente era exibida no Disney channel Brasil. Vale conferir:

7- Shaun the Sheep – Inglaterra – Média de duração do episódio: 5 minutos

Shaun_the_Sheep_title

Também já fiz um post sobre o Shaun, eu amo, a Alice nem liga. Antigamente o desenho era exibido pela TV Cultura no Brasil. Os episódios são curtos e os diálogos não são feitos com palavras e sim com onomatopeias e grunhidos, no melhor estilo “Pingu”, apesar  de que eu gosto muito mais do Shaun do que do Pingu, na minha opinião é um desenho muito legal para o pequeninos. O carneiro Shaun possui inteligência e espírito  de liderança incríveis, soluciona todos os problemas encontrados da forma mais criativa e pastelão possível.

Vale a pena conferir:

8- Pingu – Pólo Sul – Média de duração do episódio: 5 minutos

Pingu (www.Qoochanpatogh.com)

Não existe pinguim no Pólo Norte, assim como há ursos polares no Pólo Sul, logo eu assumi que o Pingu representaria o continente gelado Sul. foi uma série de animação voltada para o público infantil, produzida pelo Tricksfilm Studios, na Suíça, sendo dirigida, animada e criada por Otmar Gutmann. Foi feita utilizando uma técnica de animação chamada claymation. A série conta as peripécias de Pingu, um pinguim  muito bagunceiro que mora com seu pai, que trabalha como carteiro, sua mãe e sua pequena irmã, Pingá. As personagens se comunicam por uma língua inventada que não necessita de legenda ou dublagem. Dá para entender tudinho! É simplesmente adorável!

Vale a pena conferir:

9- Chi’s Sweet Home – Japão –  Média de duração do episódio: 3 minutos

Chi's.Sweet.Home.full.250830

Se você é um amante de gatos vai simplesmente pirar com esse anime. É a coisa mais fofa de todos os tempos! A série é baseada nos mangás escritos e ilustrados por Kanata Konami, e conta a história de Chi uma gatinha adotada por uma família que vive num edifício que proíbe animais de estimação. É um ótimo manual para entender os comportamentos felinos, o episódios duram, em média, 3 minutos. Só achei em japonês na internet, a Alice não se importa em assistir desenhos em outros idiomas, mas se irrita muito quando o áudio está em japonês, não sei o motivo. É uma pena, pois eu amo mais que batata frita!

Se está em dúvida se vale a pena conferir leia esse post e depois assista:

 

10 – As aventuras do jovem Marco Polo – Ásia –  Média de duração do episódio: 25 minutos

banner_marco_polo_01

Esse é outro desenho que eu assistia quando morava na Alemanha, passava no canal Kika. Apesar de não entender alemão eu entendi que o desenho contava as aventuras do jovem Marco Polo que parte em busca de seu pai com seu amigo Luigi e a princesa misteriosa Shi la Wan. O desenho mostrava diversas partes do continente asiático, além de possuir uma musiquinha de entrada super fofinha. Há pouquíssimas informações sobre esse desenho na internet e nunca soube se ele passa ou passou no Brasil. Algum canal brasileiro devia comprar os direitos de exibição desse desenho!

11- Shimmer and Shine – Ásia – Média de duração do episódio: 20 minutos

shs-mobile-header-art

Escolhi Shimmer & Shine para representar o oriente, porém ele é a pasteurização, ou melhor ocidentalização do oriente. É uma mistureba de referências, possui as gênias da cultura árabe, música com estilo indiano e por aí vai…

É o típico desenho que alguém pensou e produziu para “meninas”, ele conta a história de Leah e suas duas gênias secretas, que muitas vezes não entendem os pedidos da garotinha e realizam o pedido de forma errada. É transmitido no Brasil pela TV Cultura e o canal pago Nickelodeon.

12- Hora da Yoga – Índia – Média de duração do episódio: 8 minutos

2708519

Yoga é uma prática milenar, os vídeos ensinam algumas posições para as crianças de forma bem divertida.  A série é exibida, no Brasil, pelo canal Gloob. Não encontrei vídeo dele no youtube em português.

Você já reparou nas vacas? Elas são tão mansas, saudáveis e tranquilas. Será que é porque elas comem muita grama? Ou será que elas têm quatro estômagos? O motivo ninguém sabe muito bem, mas podemos ver e sentir que a tranquilidade delas é muito semelhante à prática de yoga. Nessa nova série, oito vaquinhas vão ensinar às crianças diferentes posições de yoga que elas poderão repetir em casa. O flexível Gato Guru será o instrutor dos exercícios: não vai apenas executar como mostrar também os benefícios dessa prática tão comum hoje para os adultos. Em um espaço limpo, a yoga chega como uma bela coreografia de paz. Será que assim nossas crianças travessas vão conseguir  ficar calminhas como as vacas?

Vídeo em espanhol da famosa vaca Ooommm Mmmooo:

13- Meena – Sul da Ásia – Média de duração do episódio: 13 minutos

meena1

Quem não lembra da Meena? Era um desenho que passava na TV Cultura, quando era mais nova eu adorava, pois mostrava a realidade de outro lugar do mundo e eu sempre gostei disso!

 

Meena é um personagem fictício que, através de suas histórias em quadrinhos, desenhos animados e séries de rádio (afiliado com a BBC) educa as crianças do sul da Ásia em questões de gênero, saúde e desigualdade social. Os personagens secundários de suas histórias incluem seu irmão Raju, e seu animal de estimação papagaio Mithu. Os desenhos são sobre suas aventuras de como ela tenta obter uma educação e obter uma divisão igual de alimentos com Raju.

Quando ela não é permitida a frequentar a escola, seu papagaio Mithu memoriza as aulas para ela e a ensina depois da aula. Quando isso ajuda a descobrir que alguém está traindo a sua família por causa de suas galinhas, o pai de Meena, vê como a educação pode beneficiar a família e lhe permite ir à escola. Outra história segue em que Meena tenta ter uma quantidade igual de alimentos como seu irmão Raju, que recebe mais facilmente porque é um menino. Outros contos falam de lidar com a doença, manter a higiene adequada, e os benefícios de aprender a ler.

Sua popularidade é devida ao fato destas situações não estarem estreitamente vinculadas a apenas um país ou cultura do sul da Ásia, mas unindo as características em comum de todos eles. Sua criação é, em parte devido à Unicef, uma organização que apoia a tomada de consciência de educação da Ásia do Sul através de Meena e suas histórias.

14 – O livro da Selva – Sul da Ásia – Média de duração do episódio: 11 minutos

SERIE-JUNGLE-BOOK

Esse é outro desenho que assistíamos no canal Kika lá na Alemanha, descobri que ele é exibido aqui no Brasil no canal Gloob. A série  feita em animação 3D conta a já conhecida e consagrada história de Mogli, um garoto órfão criado na selva por um grupo de lobos. O menino vive diversas aventuras junto de seus amigos Balú e Bagera, que o ajudam a sobreviver na selva, onde nem todos gostam do garoto, como é o caso do tigre Shere Khan e da cobra Kaa.

15- A Xerife Callie no Oeste – EUA – Média de duração do episódio: 10 minutos

1080Downs

Nada mais Estadunidense que histórias do Velho Oeste. o desenho é bem bonitinho, a Alice adora, tem musicais e trata sobre relações pessoais, boas ações e valores. O destaque fica para a Xerife Callie, uma personagem feminina forte, justa, destemida e muito inteligente. O desenho passa no Disney Júnior e está disponível no Netflix.

Vale a pena conferir:

16- A casa do Mickey – EUA – Média de duração do episódio: 20 minutos

casa-do-mickey-descubra-colecao_08

O Mickey é um dos personagens mais famosos do MUNDO e desconfio que é também um dos mais amados! Há pessoas que viajam para os EUA apenas para se divertirem nos Parques da Disney, aliás ele é o símbolo dessa empresa e muitas vezes um dos símbolos mais marcantes do próprio capitalismo. O Mickey está em todos os lugares possíveis e imagináveis, há zilhões de produtos licenciados. Eu estou bem enjoada dele, acabamos de sair de uma fase “Casa do Mickey” aqui em casa. O desenho  pretende sr educativo e “ensina” muitos conceitos lógicos -matemáticos, no Brasil ele é transmitido pelo Disney Júnior e está disponível no Netflix. Os pontos negativos do desenho são, na minha opinião, a técnica utilizada na animação eu acho muito artificial e muito esquisita, a afetação da Minnie Mouse com coisas rosas, cheias de laços e sua voz IRRITANTE, também acho estranho o fato de tudo chamar Mickey alguma coisa, por exemplo: Mickey Objetos, Mickey Dança, Mickey Engenhoca…O que eu mais gosto é a Margarida que sempre demonstra sabedoria e discernimento e o Professor Ludovico com suas invenções malucas.

Alerta: Conteúdo altamente viciante para criancinhas pequenas. Os episódios das temporadas mais recentes são mais legais, possuem continuação e fazem parodias de filmes e livros famosos, é bem engraçadinho! Todos os episódios terminam com a dancinha abaixo, é uma música bem grudenta!

17- Jungle Bunch – Turma da Floresta – África – Média de duração do episódio: 11 minutos

nouvelle_image

Essa animação francesa é muito bem feita, fiquei impressionada com a riqueza de detalhes, é incrível o grau de detalhamento da animação e as histórias são bem divertidas também.

Dentro da selva, se há um problema ou uma injustiça para corrigir, não se preocupe: basta puxar o sinal da Turma da Floresta e eles vão correr para o resgate! Impossível ficar entediado com esse bando de heróis sempre pronto para a aventura e cujas relações são infinitas fontes de comédia!

Exibido pelo canal Boomerang e disponível no Netflix:

18- Babar o elefante – África – Média de duração do episódio: 23 minutos

tvsinopse1009

Babar, o elefante fez as tardes de muitas crianças dos anos 90 e 2000 felizes, também era exibido pela TV cultura. A história de Babar é iniciada quando ele nasce como um simples elefante na floresta até a morte de sua mãe por um caçador fazendo ele fugir para uma cidade onde ele se torna amigo de uma velha senhora humana que o educa fazendo-o andar e se comportar feito um humano e fazendo-o vestir roupas. Depois de um tempo já adulto ele retorna ao seu lar na floresta e salva seus amigos elefantes do caçador de sua mãe assim sendo coroado rei dos elefantes. Posteriormente ele se casa com Celeste e inicia a construção da Cidade dos Elefantes que ele batiza como Celesteville, além de ganhar três fihos Pom, Flora e Alexander.

Babar, o Rei dos Elefantes é um personagem fictício, protagonista do livro infantil francês L’Histoire de Babar, escrito por Jean de Brunhoff. Com o tempo os livros deram origem a uma série de tv e filmes que fez o personagem ser mais conhecido pelo mundo, além de um maior marketing. Atualmente ele é co-protagonista da série Babar e as Aventuras de Badou.

https://www.youtube.com/watch?v=Znk9-5h6_Eg

19 – Manny Mãos a obra – América Latina – Média de duração do episódio: 23 minutos

handy_manny

É um desenho animado que conta as aventuras de Manny Garcia, um simpático e habilidoso rapaz que conserta as coisas em sua cidade. Para isso, ele conta com a ajuda de suas ferramentas falantes. Manny é bilingue em espanhol e português (inglês, na versão original), e ensina às crianças algumas palavras em espanhol, como “sí” e “vamonos”.

No Brasil é exibido no canal por assinatura Disney Junior. Atualmente e exibido em TV Aberta,no SBT dentro do bloco Mundo Disney.

20 – Dora aventureira – América Latina – Média de duração do episódio: 23 minutos

dora_aventureira_1

Dora Aventureira é uma produção estadunidense que trás alguns elementos (cultura, paisagem, idioma) de países da América Central e México.  No Brasil a Dora ensina inglês às crianças e outras coisas educativas, nos EUA a protagonista fala inglês e espanhol.

A Dora não é afetada como as outras personagens femininas dos outros desenhos, ela apenas uma criança esperta. apesar de ser enjoativa como todas as outras produções para crianças pequenas, eu gosto da Dora pois é uma protagonista feminina forte, inteligente e destemida, em um dos episódios ela salva um príncipe! O que eu achei estranho e que depois de uns anos resolveram fazer outro seriado para  “meninos” com o primo dela Diego que aparentemente mora em algum lugar parecido com a floresta Amazônica.

go-diego-go-02

Outro spin off desse desenho é Dora & Friends, que mostra a personagem mocinha. Eu achei detestável!

Dora-and-Friends

21 – Turma da Mônica – Brasil – Média de duração do episódio:15 minutos

monica

A Mônica é o Mickey do Brasil, simples assim! Ela é tão conhecida e tão antiga quanto a Miffy da Holanda. Ela permeou a infância da maior parte das crianças brasileiras. Apesar de toda uma polêmica envolvendo publicidade infantil eu continuo amando a Mônica, hoje faço outras leituras de muitas coisas que acontecem nas histórias e vejo que há uma evolução em relação as ações da equipe Maurício de Souza em algumas campanhas como a última somos todas #donasdarua.

Abaixo deixo o link do meu episódio favorito, o que explica super força da famosa menininha do vestido vermelho:

22- Cocoricó – Brasil – Média de duração do episódio: 13 minutos

programa-cocorico

A TV Cultura sempre nos presenteou com lindas produções infantis, quem não lembra dos programas Rá Tim Bum, Castelo Rá Tim Bum e Glub Glub?

Cocoricó conta as aventuras de Júlio e seus amigos da fazenda, é educativo sem ser chato. Apresenta diversos clipes musicais, o destaque fica para as letras inteligentes de Hélio Ziskind.

23 – Sítio do PicaPau Amarelo – Brasil – Média de duração do episódio: 20 minutos

sitio-do-pica-pau-amarelo-girl-stuff-02

Sítio do Picapau Amarelo é uma série de 23 volumes de fantasia, escrita pelo autor brasileiro Monteiro Lobato entre 1920 e 1947. A obra tem atravessado gerações e geralmente representa a literatura infantil do Brasil. Os livros tiveram diversas adaptações para a televisão, a mais recente é uma animação exibida no Cartoon Network.

24 – Igarapé Mágico – Brasil – Média de duração do episódio: 12 minutos

igarapemagico01

Igarapé Mágico é um seriado infantil de bonecos para crianças de 3 á 6 anos, eu não tive a oportunidade de assistir mas morro de curiosidade. Ele é produzido pela TV Brasil e conta a história de oito personagens: Cotinha –  a Piranha,  Maná, o Peixe-Boi – Bitelo, o filhote de Pirarucu – Ceci, a Cobra Sucuri,  Quinha – a Perereca,  Jaca Zé – o Jacaré, a Mítica Iara e Philherodius Pileatos –  a Garça Real (narrador da vida dos personagens). A série mostra noções de cidadania e leva a criança até a região amazônica, para aprender a preservar a fauna e flora. Até agora, tem 26 episódios.

25 – Hi – 5  – Austrália – Média de duração do episódio: 25 minutos

Hi-52009

Hi-5 é uma série Australiana estreou em 1999. A série é criada por Helena Harris, a mesma de Bananas de Pijamas. Os jovens apresentadores cantam, dançam, ensinam a fazer sons diferentes e contam histórias. Eu assisti algumas vezes a versão latina que é exibida pelo Discovery Kids, como não assisto mais TV por conta do número excessivo de publicidade direcionada ao público infantil não tenho muitos elementos para falar sobre o programa, é até bonitinho, mas tem nada de muito especial. O que a Alice mais gostava eram os musicais e as danças. Foi muito difícil lembrar e achar alguma coisa feita na Oceania direcionada ao público menor de 5 anos, ou algo com a cara menos enlatada.

E assim termina nossa viagem!

Se lembrarem de mais algum programa escrevam nos comentários!

Joyce Recco

Sou uma professora feliz da Rede Pública, mãe da Alice (3) e do Arthur (3 meses). Adoro fazer listas, organizar e criar coisas. Sou apaixonada por literatura infantil, culinária, DIY e fotografia. Curto ficção Científica, gosto que aprendi com a minha Pac Mãe. Adoro Star Wars, Star Trek e fico muito chateada com a competição que o pessoal faz entre as duas franquias, coração de mãe é grande e tem espaço para todo mundo!

Últimos posts por Joyce Recco (exibir todos)

Talvez você goste de: